ownCLOUD – Computação Opensource na Nuvem

      Computação na nuvem está cada vez mais em alta, realmente para quem acessa internet de casa, trabalho, ônibus e afins, ter determinados arquivos você pode acessar de qualquer lugar  além de prático é genial, Serviços como DropBox , UbuntuONE e Amazon Drive Ganham usuários a cada dia que se passa. O real problema e talvez defeito desses serviços seja quanto a privacidade dos dados, todos os serviços são prestados por grupos privados, que limitam sua liberdade quanto ao real controle de seus dados/arquivos, quantos  porcento você daria de confiança para um desses serviços , sabendo que suas informações ficam na mão de terceiros , sabendo inclusive que o tão falado DropBox aprensenta características que põe em risco a real privacidade do usuário? (Veja aqui).
      ownCLOUD é  como os demais , o diferencial é que se trata de uma alternativa opensource e sua maior qualidade é não compartilhar os defeitos de controle e privacidade dos serviços acima, nós usuários de linux e de aplicativos em código livre acreditamos que a solução para o problema das opções pouco acima é o “Free Software“,   ownCLOUD é potetende, pequeno, livre e além de tudo fashion (ui!) , como o nome diz, é um cliente particular de computação na nuvem ou como o slogan diz : “sua nuvem, seus dados,  seu jeito” . Ele  pode ser instalado em seu computador (windows, Linux , Mac e vários dispositivos móveis) ou em seu espaço na web , dentre os diferenciais mais interessantes em relação aos outros programas do tipo podemos destacar:
  • Galeria de Images
  • Player multimédia
  • Gerenciador de contatos
  • Calendário
      Esse Post mostrará como é fácil instalar e usar o owncloud em um webspace mas antes, não se esqueça de dar uma olhadinha no DEMO do app. (1) vamos precisar de um cliente que acesse o owncloud e sincronize os arquivos e (2) fazer tudo no estilo “poucos clickes” é muito melhor 😛
.
o primeiro passo a fazer é instalar o client Mirall , fazemos isso via Yast, ou
$ sudo zypper in mirall
isso vai instalar o cliente mirall e os demais componentes necessários para a instalação e configuração do ownCLOUD
.
Depois de instalado o mirall você o ativará (ALT+F2 => mirall) , vai aparecer um ícone na aréa de notificação do sistema, clique com o botão direito nele e escolha “configure”
.
De cara ele lhe mostra duas opções (1) conectar a uma instância do Owncloud já instalada e (2) instalar o ownCloud em algum lugar, marcaremos a segunda opção.
.
Aqui você escolhe onde será instalado o ownCloud, caso escolha (1) , o programa será instalado em LocalHost, ou seja, por padrão ninguém conseguirá se conectar a sua nuvem, mas isso da para passar por cima, o problema de fato é, caso sua conexão caia , sua nuvem cairá também, Escolhendo (2) , o guia irá lhe direcionar para a instalação em uma webspace, a vantagem é que não dependerá de você e principalmente, existem BONS planos de hospedagem a custo de um pequeno investimento, um plano básico lhe fornece muito espaço e tráfego quase ilimitado, além da garantia de um uptime de 99,5% , o preço deste tipo de hospedagem gira em torno de 15 ~ 30 reais , isso com PHP e MYsql(necessários para pode rodar o ownCLOUD) , sendo assim, marcaremos a opção (2) e Insira o seu endereço na web no campo em branco.
.
Endereço de FTP , já que é dessa forma que o Mirall irá subir os arquivos do OwnCloud pro seu espaço na web, além disso, não se esqueça de preencher os campos de usuário e senha de acesso (falo isso pq eu sempre esqueço ).
.
.
Depois de fornecidos os dados de acesso FTP, agora é preciso criar o usuário que irá ultilizar o aplicativo.
.
e Pronto, está instalado , agora basta entrar em seu endereço/owncloud , e logar que vc terá acesso ao aplicativo, Notem uma coisa, eu recebi um erro com relação a conexão do Mirall+ownCloud+Host , Mas porque  ? Simples, eu sempre tive a mania de instalar repositórios com o objetivo de ter sempre os pacotes mais recentes instalados no meu PC, as vezes até os últimos betas e pre-releases , Porém, no caso acima eu usei os pacotes que estão presentes Hoje como Default nos repos do Opensuse 12.1 , Resumindo tudo, parece que é um Bug , Eu resolvi isso instalando Manualmente a versão mais recente do ownCLOUD. Caso tenha o Mesmo Problema que eu tive, seguir os passos adiante, caso não Pula essa parte.
Primeiro Baixe o source do ownCloud Colando isso no terminal :

 

 


 

wget -c http://owncloud.org/releases/owncloud-3.0.0.tar.bz2 

 


      Terminado o Download, use teu programa Ftp preferido para subir o arquivo para seu webspace , pode ser o arquivo inteiro ou você pode descompacta-lo antes dessa forma o upload fica muito mais lento, eu upei o arquivo inteiro e usei um script do gerenciador de arquivos do Cpanel para descompactar. Depois de descompactar, basta acessar a pasta do ownCloud em seu host e criar nome de usuário de senha, no meu caso foi necessário adicionar nome de usuário e database(mySQL )

 


      Agora Vamos usar o mirall para se conectar, para isso clique mais uma vez no ícone na aréa de notificações => configure , só que dessa vez ao invés de criar uma nova instância você ira escolher a opção “Connect my Owncloud” e digitará o endereço em que fez a instalação , se foi uma instalação local, provavelmente “localhost/owncloud” , em um webspace, o endereço é a localização da pasta do app. ele pedirá usu&´rio e senha , os que foram ultilizados no ato de instalação, o Mirall irá criar uma pasta chamada “owncloud” em seu diretório HOME , esse diretório  junto com o mirall irá funcionar exatamente da mesma forma que o DropBox , cada arquivo adicionado ou modificado ali, o Mirall irá subir e/ou modificar no ownCloud.

Caso vc tenha recebido o erro que recebi, você terá que adicionar a pasta de sincronização manualmente , para isso:
Escolha uma pasta de sua preferência (não se esqueça de lhe dar um ‘apelido’ e que seja preferencialmente uma pasta vazia)
.
e por fim basta escolher a forma de conexão, no nosso caso , a opção (1) é a melhor
.
.
para saber como andas a conexão mirall+owncloud , clique no ícone da systray mais uma vez(ui!) dessa vez com o botão esquerdo, ele vai lhe exibir todas as pastas que estão conectadas e seu status.
.
o Status “Success” mostra que ta tudo Ok , caso a sua pasta tenha como status “undefined” , basta clicar em “FETCH” e aguardar a conexão se estabelecer.
.
.
a única desvantagem ao meu ver é o mirall ainda não mostrar a taxa(velocidade) de down e up de arquivos.
.
Agora que ta tudo certo, entramos no ownCloud, pelo navegador, logamos, vamos nas preferências e mudamos o idioma para português Brasileiro , a de quebra, vejam quanto espaço um serviço de hospedagem básico me fornece 😛
Espero que tenham Gostado,
See ya!
.
.
.
.
PS: no próximo post, mostrarei como ultilizar o owncloud sem a necessidade do Mirall, usando apenas seu gerenciador de arquivos (Dolphin ou Nautilus), que por sinal é a forma que costumo usar ;P

.

PS2 : explicando com antecedência , você reparará que quando exclui um arquivo de seu diretório sincronizado, o Cliente Mirall fecha a conexão com a Nuvem, isso é uma especie de “enviar a lixeira”, quando você apaga um arquivo a conexão é fechada para que você tenha a chance de realmente escolher se quer deletar aquele ficheiro, por essa razão eu prefiro  (1) usar o mirall e sua pasta sincronizada para adicionar arquivos apenas e (2) quando quero deletar, eu faço isso via navegador no próprio aplicativo.

´

Anúncios