Compilando o INKSCAPE no openSUSE

Ansiedade, essa é a palavra correta pra expressar esse blogueiro, eu to sempre procurando as novidade em relação a vários temas, e Linux é um destes, lembro-me bem de todas as vezes que fui obrigado a restaurar o meu SO por ter instalado uma porção grande de aplicativos BETA e algumas vezes instalava a última build mesmo. =)

Graças a San Genaro eu não faço mais,  mas em alguns casos é sempre bom ir testando a nova versão do aplicativo X ou Y que você tanto usa. Nesse Post eu vou mostrar como compilar o inkscape em um openSUSE12.2 , sem substituir a versão estável do aplicativo.

O primeiro passo a ser é suprir as dependências para que a compilação seja possível, para isso, abrimos e Konsole e digitamos:

sudo zypper addrepo http://download.opensuse.org/repositories/graphics/openSUSE_12.2/graphics.repo

isso adicionará o repositório GRAPHICS ao teu sistema, nele contem as versões mais atuais das dependências abaixo. Continuando…


sudo zypper install autoconf automake intltool gcc-c++ gtkmm24-devel gsl-devel boost-devel popt-devel libtool liblcms-devel libxml2-devel libxslt-devel libMagick++-devel libpng14-devel

isso vai instalar quase tudo o que o inkscape precisa pra ser compilado, eu também gosto de usar o comando:

sudo zypper si inkscape

Esse comando vai suprir qualquer dependência extra instalará a fonte do inkscape no teu sistema, a teoria esse comando é completamente dispensável, na prática é um hábito que tenho e nunca testei/instalei sem ele.

para baixar a versão mais atual do código-fonte do inkscape basta, ainda no konsole, inserir o comando:

bzr branch lp:inkscape

aguarde, pois o clone do repositório bazzar tem aproximadamente 300mb logo, a depender de sua conexão o bagulho vai demorar ;]

terminado o download já temos meio caminho percorrido, entre na pasta que acabou se ser criada/baixada pelo terminal.

lá o primeira coisa a ser feita é rodar o script autogen basta no terminal digitar:

./autogen.sh

esse script checa se está tudo ok pra instalação, Lembrando que não queremos misturar as instalações do inkscape, devemos escolher um local diferente para essa versão, eu costumo usar a pasta /opt/ , no terminal…

sudo mkdir /opt/inkscape

agora é iniciar o processo de instalação, ainda no diretório criado que contém o inkscape

./configure prefix=/opt/inkscape/

“prefix= ” diz respeito ao local em que seu inkscape será instalado , no nosso caso aqui eu criei a pasta /opt/inkscape/ para este fim.

estamos quase acabando, só faltam mais duas coisas, no terminal :

make -jX

o “X” deve ser trocado pelo número de Cores que tem teu processador, isso vai tornar a compilação mais veloz pois fará o processo usar todos os cores possíveis, caso não saiba o número de cores de seu processador ou caso o seu não seja multi-core , pode esquecer o “-jX” e basta usar o comando “MAKE” .

Esta etapa pode demorar um pouco, vai depender de teu setup, quando a etapa acabar, basta finalizarmos com um:

sudo make install

Pronto! o inkscape-devel já está instalado em sua máquina, agora é só criar um atalho pra ele:

ln -s /opt/inkscape/bin/inkscape ~/inkscape-devel

esse comando vai por um link para o inkscape que vc acabou de instalar em sua HOME

nesse momento é só você partir pro abraço!

Anúncios

2 comentários sobre “Compilando o INKSCAPE no openSUSE

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s